21 outubro 2017

"Once upon a time..." - Episódio 90

Sebastião: - Francisco logo aparece no Terreiro do Paço, nós vamos para lá agora... Até já
Pedro: - Quantas Pessoas estão aqui?!
Frederico: - Se fosse o Benfica a Jogar ou o Tema Migrantes... Começo a dar razão ao Francisco

"Once upon a time..." - Episódio 89

Francisco deita-se no sofá ao fim de um dia de trabalho e pensa no que um gajo lhe disse um destes dias...
"Por este caminho que levas, ninguém quer-te como opção..."
O que é uma pena, porque até que és simpático e giro...
Francisco: - Uhmmm E, tu queres ser a minha opção?
Gajo: - Curtia, mas tenho namorado, mas posso visitar-te com mais frequência se for grátis...

Francisco pensa para si deitado no sofá: "Quando a vida te fechar uma porta. Torna a abri-la... É isso mesmo. É uma porta, e é para isso que elas servem LOLOLOLOLOLOLOL
É como os gajos, eles voltam sempre. É tudo uma questão de tempo e de oportunidade...
Francisco já conhecera dezenas de gajos que se armam em a última bolacha do pacote. Atravessam a estrada, nem os pedreiros olham para eles lololololol
Francisco também pensa naqueles que opinam na sua vida e até dizem que ele publica muita coisa nas redes sociais... O espaço é dele e ele publica o que quiser, há hora que ele quiser... Não gosta, tem a cruz em cima do lado direito...
Francisco em vez de dar muita conversa aos gajos. Ele prefere que eles lhe chamem o video game, que lhe peguem no controle, que ele diverte-os até darem o game over
A Amadora continua a ser muito longe, até para quem vive na Damaia ou Reboleira lolololol
Francisco, não se preocupa muito com o que as pessoas pensam dele. Ele em vez de andar com conversas, limita-se a limpar a casa e a lavar a loiça.
Os Cães ladram e a caravana passa...

20 outubro 2017

"Once upon a time..." - Episódio 88

Frederico, Pedro, Sebastião e André encontram-se na Matinha de Queluz. Todos eles não entendem porque as visitas de Alexandre estão proibidas, o que deverá ter acontecido é a questão que todos eles colocam. Todos tentaram ligar para o Bruno, este não atende e envia mensagens a dizer que está com dores de cabeça, quando ligam para o telemóvel do Rogério, a mensagem que ouvem é: "O número para o qual ligou, neste momento encontra-se desligado, tente mais tarde..."

André: - Eu acredito que o Francisco é que vai ajudar na recuperação de Alexandre...

Sebastião: - Não digas disparates, o Alexandre ficou puto da vida, quando o Miguel disse-lhe que o Francisco cobrava para foder...

Frederico: - Sério!! O Francisco cobra?! Eu jamais pagaria para ter sexo com alguém...

Pedro: - As bichas são todas umas invejosas, também não acredito que alguém pague para levar o Francisco para a cama. O gajo já é velho, ainda se fosse um puto de 25 anos, com um corpo todo definido... Ainda pensava no assunto. Mas, jamais eu pagar para ter sexo...

Sebastião: - Eu também não acredito que ele cobre. Acho que é uma peta que ele prega aos gajos com quem já não quer foder mais...

André: - Eu gosto muito do Francisco, mas acho que o Miguel não inventaria uma coisa dessas...

Frederico: - As bichas são fodidas, todas elas tem uma língua de trapos... Como é que o Miguel sabe que o Francisco cobra?! Ele pagou-lhe ou tem sociedade das fodas?!

André: - Eu jamais andaria com alguém que eu soubesse que tinha sido puta...

Sebastião: - Putas somos todas nós, umas honestas, outras nem por isso. Quem sou eu para dizer alguma coisa. O Francisco é maior de idade. Se ele cobra, deve ser para quebrar alguma coisa no meio da foda. As putas não beijam por exemplo.

Pedro: - Se ele um dia me pedisse dinheiro, até que lhe pagaria. Nós não fodemos porque somos amigos. Mas, já ouvi dizer que ele é muito bom na cama. Sempre sai mais barato pagar a um gajo para ir lá a casa, do que vir para aqui com este frio e chuva e gastar gasóleo. Era chegar, fazer e bazar... Trigo limpo, farinha amparo lololololololol

"Once upon a time..." - Episódio 87

A mãe de Alexandre visita-o ao hospital, estando ele a dormir. Tivera uma noite agitada, e tivera que ser sedado. A enfermeira avisara a mãe que não poderia tocar no seu filho, mas mãe é que é mãe, acha que está sempre tudo bem...E, que podem tudo...
Assim que lhe toca para aconchegar o cobertor, Alexandre começa a gritar, a mexer-se como se tentasse fugir.. Mijara na cama com tanta adrenalina. A equipa médica chegou e Alexandre teve que ser preso à cama e ter levado uma sedagem maior... A mãe foi aconselhada a sair, com alguma resistência. Hora mais tarde, todas as visitas tinham sido canceladas até Alexandre estar recuperado...

"Once upon a time..." - Episódio 86 - Kate Ryan "Je T'adore"

Rogério ia recostado no banco do avião olhando a paisagem. Tinha mandado tudo para trás das costas e ido atrás da sua felicidade. Rogério tinha conhecido Pierre na sua cama, um dia que chegara a casa cansado. Bruno todos os dias tinha um gajo diferente em casa para brincar a dois ou a três, mediante a hora que Rogério chegasse a casa. Naquele dia, Bruno convidara Pierre e quando Rogério chegou a casa e se junto aos dois, que tesão. Rogério nunca tinha sentido nada assim, com nenhum gajo. Rogério quebrara o trato com Bruno, em não trocar números de telefone. Era chegar, fazer e bazar. Naquela noite não, quando Bruno fora tomar banho, Rogério e Pierre envolveram-se uma vez mais e trocaram de contacto...
Encontraram-se todos os dias, durante duas semanas seguidas... Aquilo era paixão. Pierre trabalha numa multinacional Belga e convidou Rogério a ir viver com ele para a Bélgica. Viveria lá em casa, partilhariam as despesas quando Rogério começasse a trabalhar... Rogério acreditou e foi...
Rogério acreditara que poderia ter uma vida melhor na Bélgica e assim poder ajudar a sua irmã com os estudos que vivia com a avó. Rogério perdera os pais muito cedo. O pai morrera de uma cirrose devido ao álcool e a mãe atirara-se da janela de um quinto andar...
Rogério combinara com Pierre que trabalhava em Etterbeek e que vivia em Leopoldsburg a 80 km de Bruxelas, ir busca-lo...
Rogério sai do aeroporto com apenas um saco de roupa e vê ao fundo um loiro de olhos azuis a acenar para ele... Era Pierre...

19 outubro 2017

"Once upon a time..." - Episódio 85

Bruno aparece à hora combinada para almoçar com a sua prima Cátia. Que lhe fez um ultimato ao telefone para falar do Pai e do Francisco. Cátia nem se apercebe do desgosto recente do primo, e, este também não faz qualquer esforço para lhe contar. Já conhece há muitos anos a sua prima e sabe como ela é... É gaja e tem a mania que sabe tudo...
Cátia: - Primo, diz-me se sabes se o meu pai anda a encontrar-se com o Francisco. Não me escondas nada...

Bruno: - Porque haveria o Francisco de andar atrás do teu Pai?! Eles foram amigos no passado, deixa-os irem um ter com o outro se for assim a vontade de cada um...

Cátia: - Não acredito que me estás a dizer-me isso. Foda-se primo. Quase que aposto que foste que ligaste ontem ao Pai para ele ir encontrar-se com o Francisco e chegar tarde a casa...

Bruno: - A que horas chegou o tio, melhor o teu pai a casa ontem à noite

Cátia: - És um mete nojo, por isso é que o Francisco saiu mais cedo. Ele nunca sai às 20h. Bem me pareceu que havia unha tua. Como foste capaz, de fazer isso a mim e à tua tia/Madrinha... Não tens sentimentos?!

Bruno: - Não te tinha em conta, o quanto és otária... O Francisco ontem saiu mais cedo do trabalho para ir visitar uma das suas maiores paixões ao hospital. Queres ver as fotos?!

Bruno pega no telemóvel e mostra as fotos de todos, incluindo a chegada do Francisco sozinho. Cátia repara nos pulsos de Alexandre enquanto abraça Francisco.

Bruno: - Vês o teu pai por acaso?! Uma longa historia que terás de perguntar ao Francisco. Mas, uma vez que tu estás assim com o Francisco. Ele foi o melhor amigo que o teu pai alguma vez encontrou na vida, tirando a minha pessoa que não conta... Questiona a tua mãe porque o odeia tanto e pergunta-lhe porque o teu avô paterno a odiava.

Cátia: - Que me estás a dizer?!

Bruno: - Não desenterres o passado. Não vás com essa azia toda para cima dele.

Bruno abre as mensagens do telemóvel e mostra a mensagem de agradecimento pela boleia meia noite e vinte.

Bruno: - Não abras a caixa de pandora do teu pai. Deixa-o ser feliz enquanto puder...

"Once upon a time..." - Episódio 84

A hora da visita tinha acabado, quando todos saíram fechara os olhos e sentira ainda o cheiro do Francisco quando este o tinha abraçado...
Fechou os olhos e adormeceu...

Francisco despedira-se com um forte abraço e com a promessa de voltar no dia seguinte...
Os pais e a irmã de Alexandre vão em silêncio no carro...
Irmã: - Que abraço que o mano deu ao Francisco!!!!
Mãe: - Verdade!! (começa a escorrer lágrimas de rancor, porque sabia ou pensava que tinha sido a causadora da separação do filho com Francisco).

O pai é um homem sábio, os cabelos grisalhos já o tinham ensinado a estar calado. Quando não pode fazer nada. Alguém maltratara o seu filho e sentia-se impotente com tudo. No fundo ficara contente em saber que o filho, estava rodeado de bons amigos. Isso é o que importava neste momento.
Sentia-se como Nossa Senhora ao ver o Jesus a ir para a Cruz e não poder fazer nada...

André a caminho de casa com Miguel, comenta: Reparaste no quanto o Alexandre está magro?
Miguel: - Bastante e os pulsos? Jasus...
André: - Adorava que o Francisco e o Alexandre fizessem as pazes...
Miguel: - Seria interessante... Mas tenho algumas dúvidas...
André: - Tens de acreditar no amor...

Frederico e Pedro vão a casa de um casal amigo, onde decorre uma festa animada...
Sebastião e Rui vão até à mata de Queluz...
Bruno em casa chora baba e ranho...